Seleção Brasileira na Bahia atrai torcedores

Seleção Brasileira na Bahia atrai torcedores

Internet, TV, TV iG

A Seleção Brasileira na Bahia faz a festa dos torcedores. Vagner Lima acompanha de perto esta euforia no estádio de Pituaçu, com a história de um jogo e uma reportagem de bastidores.

MAIS SOBRE A SELEÇÃO BRASILEIRA NA BAHIA:

O Estádio Governador Roberto Santos, mais conhecido por Estádio de Pituaçu, é um estádio de futebol localizado no bairro de Pituaçu, em Salvador, de propriedade do Estado da Bahia. Possui uma capacidade para 32.157 espectadores (depois da reforma e ampliação) e já foi palco de grandes jogos.

O Estádio ganhou o prêmio de melhor gramado da Série B de 2010 concedido pela Confederação Brasileira de Futebol.

O Estádio de Pituaçu é um dos estádios baianos candidatos a centro oficial de treinamento durante a Copa do Mundo FIFA de 2014, uma vez que a Arena Fonte Nova receberá os jogos.

Houve também a realização de uma partida da Seleção Brasileira válida pelas Eliminatórias para a Copa de 2010. A partida foi contra a Chile no dia 9 de setembro de 2009. A Seleção brasileira, jogando com os reservas e o baiano lateral direito Daniel Alves, que atuou no meio-campo, fez 4 a 2 no Chile.

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Torcida pede estádio no aniversário do Corinthians

Torcida pede estádio no aniversário do Corinthians

Internet, TV, TV iG

Um sonho da torcida está próximo de ser atendido. Que tal um estádio no aniversário do Corinthians? A reportagem de Vagner Lima mostra os principais desejos dos torcedores do Timão.

MAIS SOBRE A ARENA CORINTHIANS:

A Arena Corinthians que a Odebrecht Infraestrutura constrói em Itaquera, bairro na zona leste da cidade de São Paulo, sediará a abertura da Copa do Mundo 2014 no Brasil. Com capacidade para 48 mil lugares (na Copa serão 68 mil, graças à colocação de mais 20 mil assentos removíveis), o estádio próprio é a concretização de um sonho antigo do Clube. Odebrecht e Corinthians iniciaram em 2004 os primeiros contatos para a construção, mas só em 2010, como parte das comemorações do centenário corintiano, foi firmado um primeiro acordo entre as duas partes. Orçado em R$ 820 milhões, o empreendimento foi iniciado em 30 de maio de 2011 e será entregue em dezembro de 2013. O projeto arquitetônico da futura Arena Corinthians é de autoria do escritório Coutinho, Diegues, Cordeiro Arquitetos, do Rio de Janeiro. Na abertura da Copa está prevista a participação de Chefes de Estado, representando os 32 países que irão disputar a Copa competição. Outro destaque será a presença de cerca de 4.500 jornalistas de todo o mundo.

A obra já empregou, no pico dos trabalhos, em novembro de 2012, cerca de 2.350 trabalhadores. Uma parte desse efetivo foi formada pelo Programa de Qualificação Profissional Continuada, também conhecido como Programa Acreditar, que formou 300 pessoas. Desse total, 115 trabalharam ou ainda trabalham nas obras da arena.

Em 2012, a obra da Arena Corinthians recebeu da Organização Odebrecht o Prêmio Destaque, na categoria Reutilização do Conhecimento. Foram apresentadas 36 ações desenvolvidas na obra, com destaque para o Caia na Rede e o Programa Acreditar, que resultaram em alto índice de satisfação dos integrantes, evitaram paralisações por greve e elevaram a produtividade no canteiro.

Segundo estudo realizado pela consultoria Accenture, o evento Copa do Mundo 2014, em São Paulo, terá o impacto econômico de R$ 30 bilhões ao longo de 10 anos, em especial na zona leste, a mais populosa da cidade e carente de infraestrutura e investimentos. “A Arena será um dos indutores de um processo que irá elevar a qualidade de vida da população da região, pois vai estimular investimentos em obras de mobilidade, a instalação de instituições de ensino e empresas e a consequente geração de oportunidades de trabalho”, argumenta Benedicto Junior, presidente da Odebrecht Infraestrutura.

Fonte: Odebrecht

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Bastidores do jogo do Corinthians no Pacaembu

Bastidores do jogo do Corinthians no Pacaembu

Internet, TV, TV iG

Vagner Lima mostra os bastidores do jogo do Corinthians no Pacaembu. Veja torcedores, vendedores, jornalistas, jogadores antes, durante e depois do duelo. Reportagem especial veiculada pela TV iG.

O Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido por Estádio do Pacaembu ou simplesmente Pacaembu, é um estádio desportivo localizado na praça Charles Miller, no final da avenida Pacaembu, no bairro do Pacaembu, na região central da cidade de São Paulo, no Brasil. Pertence à prefeitura da capital paulista e pode ser utilizado nas partidas de futebol pela maioria das equipes do município, por meio de pagamento de aluguel. O Sport Club Corinthians Paulista é o time que joga com maior frequência no local, além de Santos Futebol Clube, Sociedade Esportiva Palmeiras e São Paulo Futebol Clube usarem eventualmente.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Muricy Ramalho: trabalho e títulos na carreira

Muricy Ramalho: trabalho e títulos na carreira

Internet, TV, TV iG

Muricy Ramalho: trabalho e títulos na carreira é o título desta reportagem especial de Vagner Lima na TV iG. Qual o segredo das vitórias deste técnico campeão por São Paulo, Santos e outros clubes?

TRAJETÓRIA DE MURICY RAMALHO NO SÃO PAULO:

Em 2 de janeiro de 2006, Muricy Ramalho assumiu o São Paulo, depois de quase nove anos. No começo de 2005, quando o então técnico Emerson Leão pediu demissão, o São Paulo contatou o treinador para ver se havia interesse, mas ele deixou claro que não sairia enquanto ainda tivesse vínculo contratual com o clube gaúcho. Desta forma, o clube contratou Paulo Autuori e Muricy teve que esperar um pouco mais para voltar ao clube do Morumbi. Lá ele conquistou os Campeonatos Brasileiros de 2006, 2007 e 2008. O segundo título veio depois de ele balançar no cargo por causa da eliminação na Libertadores, diante do Grêmio. Quando o São Paulo perdeu para o Atlético-MG em casa na quinta rodada, Muricy colocou o cargo à disposição, mas o presidente do clube, Juvenal Juvêncio, não aceitou sua demissão. A partir de então, o time sofreu apenas mais duas derrotas antes de conquistar o bicampeonato por antecipação e, no começo de 2008, Muricy foi eleito pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS), com onze pontos, o décimo quarto melhor treinador do mundo e o primeiro brasileiro da lista. Além disso, renovou seu contrato com o São Paulo até o fim de 2009.

Mesmo assim, com nova eliminação na Libertadores, viu seu cargo ameaçado quando o clube começou a conversar com Zico para assumir o comando técnico. Muricy chegou a ser cogitado para substituir Leão no Santos ou Abel Braga no Internacional e atacou dirigentes que trabalham contra ele nos bastidores — “O regime do São Paulo é presidencialista”, disse ele em entrevista coletiva em 27 de maio. “Não adianta tentar me derrubar. Quem manda é o Juvenal.” —, mas foi mantido. Menos de um mês depois, no final de junho, uma oferta para treinar um time do Catar balançou-o. Ele acabou por recusar a oferta depois de ouvir de Juvenal que tinha a garantia de poder trabalhar até o final do ano. “É como um casal”, disse Muricy à época. “Só um pode fazer o que quiser e o outro tem de ser fiel? Essa postura tem de existir dos dois lados. Meu contrato nem tem multa. Só quis que fosse cumprido o que está lá.”

Mesmo após a conquista do tricampeonato brasileiro, a oposição a Muricy dentro do São Paulo por parte de alguns diretores continuou, o que se agravou com a derrota para o Corinthians nas semifinais do Paulistão de 2009. Sua relação com os jogadores foi-se deteriorando, e o técnico não resistiu à eliminação frente ao Cruzeiro pela Libertadores, em 18 de junho: na noite do dia seguinte foi demitido por Juvêncio. “Fizemos grandes contratações para a Libertadores”, explicou o dirigente João Paulo de Jesus Lopes ao JT. “Não é nenhum demérito a ele, mas chegou o momento de mudança.”Seu substituto foi Ricardo Gomes.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Entrevista polêmica de Ronaldo no Corinthians

Entrevista polêmica de Ronaldo no Corinthians

Internet, TV, TV iG

Vagner Lima acompanhou de perto a entrevista polêmica de Ronaldo no Corinthians. O Fenômeno pede privacidade na vida pessoal, “brinca” com jornalistas sobre o peso e muito mais.

MAIS SOBRE A PASSAGEM DE RONALDO NO CORINTHIANS:

A princípio, o interesse do Corinthians na contratação de Ronaldo foi tratado como algo impossível no Parque São Jorge. Em uma reunião para falar sobre a permanência do atacante Morais na equipe corintiana, também empresariado por Fabiano Farah, o assunto Fenômeno surgiu na pauta. Após vários dias treinando na Gávea e sem receber nenhum projeto para ficar no clube, Ronaldo acertou a sua volta ao Brasil depois de 14 anos pelo Corinthians. Em 9 de dezembro de 2008, o anuncio da contratação do Fenômeno foi feito pelo presidente corintiano Andrés Sanchez através do site oficial do clube. Em 12 de dezembro, a diretoria organizou uma festa pela chegada do jogador no clube com a presença de torcedores no Estádio Alfredo Schürig. Ronaldo assinou oficialmente o contrato em 17 de dezembro. De acordo com o contrato, o atacante receberia o valor fixo de 400 mil reais mais o valor do patrocínio na camisa do clube, onde 20% seriam do patrocinador principal e 80% da manga e calção.

Durante os primeiros dois meses no Corinthians, Ronaldo realizou trabalhos físicos para que pudesse ter condições para retornar aos gramados. Aos poucos, o jogador começou a treinar junto aos demais atletas do elenco corintiano e aumentavam as expectativas para sua reestreia no futebol brasileiro.

No dia 4 de março de 2009, Ronaldo fez seu retorno ao futebol em partida contra o Itumbiara pela Copa do Brasil. O jogador, que começou o jogo entre os reservas, jogou por vinte e sete minutos durante o segundo tempo.

Contra o Itumbiara na Copa do Brasil de 2009, Ronaldo entrou aos 32 min. do 2º tempo e fez sua estreia pelo Timão.

Na partida seguinte, no clássico contra o Palmeiras, em 8 de março de 2009, pelo Campeonato Paulista o técnico Mano Menezes novamente deixou Ronaldo entre os reservas e o colocou durante o segundo tempo. E aos 47min do segundo tempo, o “Fenômeno” marcou seu primeiro gol como jogador do Corinthians (de cabeça, após cobrança de escanteio realizada por Douglas), gol este que assegurou o empate contra a equipe palmeirense. O gol foi assunto em vários portais de notícias em todo o mundo. Três dias depois, em sua terceira partida após seu retorno ao futebol, contra o São Caetano, Ronaldo foi escalado pela primeira vez como titular. Além de jogar durante mais de 80 minutos, o atacante marcou o gol da vitória corintiana. Nesta campanha do Corinthians no Campeonato Paulista, Ronaldo mostrou-se um dos principais jogadores da equipe, mesmo muito acima do seu peso ideal, marcou oito gols nas dez partidas que disputou, e novamente chamou a atenção internacional por suas atuações destacadas, especialmente na segunda partida da semifinal contra o São Paulo e na decisão contra o Santos, onde o Corinthians sagrou-se campeão do Paulistão daquele ano. Ainda neste mesmo ano, foi fundamental para o título da Copa do Brasil, marcando um gol na partida de ida da decisão, contra o Internacional, e garantindo a vaga para a Copa Libertadores da América do ano seguinte. Finalizou sua primeira temporada no Timão com um total de 23 gols, sendo 12 deles pelo Campeonato Brasileiro.

O ano de 2010 não foi tão bom para Ronaldo. Em má forma e sofrendo com seguidas lesões, o Fenômeno entrou em campo poucas vezes naquele ano e viu o Corinthians ser eliminado pelo Flamengo na Libertadores, principal ambição do clube no ano de seu centenário. Neste ano, foram apenas 27 partidas realizadas pelo jogador, sendo onze pelo Campeonato Brasileiro, onde marcou seis gols.

Jogando com a camisa do Corinthians, Ronaldo foi campeão logo nos dois primeiros torneios que disputou: Campeonato Paulista 2009 e Copa do Brasil 2009. Além dos resultados esportivos, a parceria entre Ronaldo e Corinthians também rendeu fora de campo, onde o valor de patrocínio do clube chegou a 30 milhões de reais, maior valor pago a um clube brasileiro na história. Porém, o principal propósito do time corintiano, a Copa Libertadores da América, não foi conquistado pelo jogador, já que o time foi eliminado pelo Flamengo em 2010, devido a regra do gol fora de casa, e pelo Deportes Tolima em 2011, ainda na fase preliminar, conhecida como Pré-Libertadores.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI