Fernando Alonso no Brasil bebe caipirinha

Fernando Alonso no Brasil bebe caipirinha

Internet, TV, TV iG

Vagner Lima apresenta Fernando Alonso no Brasil. O piloto da Ferrari mostra habilidade em outra área: na preparação de caipirinhas. Os bastidores da aventura.

MAIS SOBRE FERNANDO ALONSO NA FERRARI:

Em 30 de setembro de 2009, Alonso foi anunciado como novo piloto da italiana Ferrari para a temporada de 2010, assinando um contrato de três temporadas.

No início da temporada 2010, no Grande Prêmio do Bahrain, Alonso venceu a primeira corrida defendendo a equipe italiana. Na atual temporada, conseguiu outros três pódios, na Espanha, no Canadá e a polêmica vitória na Alemanha. Na ocasião, seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa tinha assumido a ponta na largada e liderado a maior parte da prova, entretanto a equipe julgou que o piloto espanhol era mais rápido e pediu a Felipe que cedesse a posição. Felipe o fez e Alonso venceu a prova. O ocorrido gerou muitas críticas, já que o regulamento proíbe “ordens de equipe que interfiram no resultado da corrida”. A Ferrari foi multada em US$ 100 mil, além de o caso ter sido encaminhado ao Conselho Mundial da FIA onde será julgado e os acusados poderão sofrer outras penas.

Fernando já havia se envolvido em grande polêmica durante o Grande Prêmio da China, quando, durante a vigésima terceira volta, quando o safety car entrou na pista após um acidente, Felipe Massa ia à frente para o boxe, mas o espanhol o ultrapassou na entrada dos pits e levou vantagem sobre o brasileiro gerando críticas e um clima tenso na equipe.

O próprio Fernando descreveu sua fase na escuderia italiana como a “melhor de sua vida”. No fim de 2011, o espanhol renovou o contrato com a equipe até o fim de 2016.

Em 2012 foi eleito o “piloto do ano” em votação realizada pela revista inglesa “Autosport” que consultou os 12 dirigentes de equipes da Fórmula 1.

Em abril de 2013, Alonso ironizou Felipe Massa, que iniciou uma temporada melhor que o companheiro. Segundo o espanhol, ao ser questionado sobre a possibilidade de ser ultrapassado pelo brasileiro nos cinco primeiros GPs do ano, “Estou muito estressado. Na verdade, praticamente não durmo desde a Austrália, só como arroz branco e meu cabelo está caindo. Um drama total.”

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Pelé e a taça da Copa do Mundo Fifa

Pelé e a taça da Copa do Mundo Fifa

Internet, TV, TV iG

Pelé e a taça da Copa do Mundo em exposição. Reportagem de Vagner Lima mostra o evento com o Rei do Futebol e o ex-técnico da Seleção Brasileira, Dunga.

MAIS SOBRE A TAÇA DA COPA DO MUNDO FIFA:

O troféu que substituiu a Taça Jules Rimet foi a Taça FIFA, apresentada na Copa do Mundo FIFA de 1974. Criada por Silvio Gazzaniga e produzida por Milano Bertoni, mede 36,5 cm e é feita de 5 kg de ouro 18-quilates (75%) sólido com uma base (13 cm de diâmetro) contendo duas camadas de malaquita. A taça, que pesa 6,17 kg, tem duas figuras humanas segurando o planeta Terra.

A taça tem “Copa do Mundo FIFA” (em inglês – original – FIFA World Cup) cravada em sua base. Além disso, o nome de cada país ganhador deste troféu, o que exclui os ganhadores da Jules Rimet dado aos vencedores da Copas de 1930 a 1970, tem o nome escrito na parte de baixo da taça. Até o momento seis campeões foram gravados: Alemanha (1974, 1990), Argentina (1978, 1986), Brasil (1994, 2002), Itália (1982, 2006), Espanha (2010) e França (1998). Não se sabe ainda se a FIFA vai aposentar a taça após todos os espaços serem preenchidos na base; isso só ocorrerá em 2038.

Ao contrário da “Taça Jules Rimet”, a chamada “Taça FIFA” e/ou “Mister-Ball”(“Senhor Bola”, segundo o escultor, em homenagem aos inventores do “Foot-ball”, e confirmado também conforme mídia futebolística do primeiro jogo de disputa da mesma), não ficará em definitivo com nenhuma seleção mesmo que ganhe três campeonatos consecutivos ou cinco alternados. A taça poderá ser trocada quando forem ocupadas todas as placas com os nomes dos países campeões, assim sendo ela ficará em poder da FIFA.

Antes que isso aconteça, o campeão do torneio fica com o troféu por quatro anos e após isso recebe uma réplica da original.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Bastidores do jogo do Corinthians no Pacaembu

Bastidores do jogo do Corinthians no Pacaembu

Internet, TV, TV iG

Vagner Lima mostra os bastidores do jogo do Corinthians no Pacaembu. Veja torcedores, vendedores, jornalistas, jogadores antes, durante e depois do duelo. Reportagem especial veiculada pela TV iG.

O Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, mais conhecido por Estádio do Pacaembu ou simplesmente Pacaembu, é um estádio desportivo localizado na praça Charles Miller, no final da avenida Pacaembu, no bairro do Pacaembu, na região central da cidade de São Paulo, no Brasil. Pertence à prefeitura da capital paulista e pode ser utilizado nas partidas de futebol pela maioria das equipes do município, por meio de pagamento de aluguel. O Sport Club Corinthians Paulista é o time que joga com maior frequência no local, além de Santos Futebol Clube, Sociedade Esportiva Palmeiras e São Paulo Futebol Clube usarem eventualmente.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Muricy Ramalho: trabalho e títulos na carreira

Muricy Ramalho: trabalho e títulos na carreira

Internet, TV, TV iG

Muricy Ramalho: trabalho e títulos na carreira é o título desta reportagem especial de Vagner Lima na TV iG. Qual o segredo das vitórias deste técnico campeão por São Paulo, Santos e outros clubes?

TRAJETÓRIA DE MURICY RAMALHO NO SÃO PAULO:

Em 2 de janeiro de 2006, Muricy Ramalho assumiu o São Paulo, depois de quase nove anos. No começo de 2005, quando o então técnico Emerson Leão pediu demissão, o São Paulo contatou o treinador para ver se havia interesse, mas ele deixou claro que não sairia enquanto ainda tivesse vínculo contratual com o clube gaúcho. Desta forma, o clube contratou Paulo Autuori e Muricy teve que esperar um pouco mais para voltar ao clube do Morumbi. Lá ele conquistou os Campeonatos Brasileiros de 2006, 2007 e 2008. O segundo título veio depois de ele balançar no cargo por causa da eliminação na Libertadores, diante do Grêmio. Quando o São Paulo perdeu para o Atlético-MG em casa na quinta rodada, Muricy colocou o cargo à disposição, mas o presidente do clube, Juvenal Juvêncio, não aceitou sua demissão. A partir de então, o time sofreu apenas mais duas derrotas antes de conquistar o bicampeonato por antecipação e, no começo de 2008, Muricy foi eleito pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS), com onze pontos, o décimo quarto melhor treinador do mundo e o primeiro brasileiro da lista. Além disso, renovou seu contrato com o São Paulo até o fim de 2009.

Mesmo assim, com nova eliminação na Libertadores, viu seu cargo ameaçado quando o clube começou a conversar com Zico para assumir o comando técnico. Muricy chegou a ser cogitado para substituir Leão no Santos ou Abel Braga no Internacional e atacou dirigentes que trabalham contra ele nos bastidores — “O regime do São Paulo é presidencialista”, disse ele em entrevista coletiva em 27 de maio. “Não adianta tentar me derrubar. Quem manda é o Juvenal.” —, mas foi mantido. Menos de um mês depois, no final de junho, uma oferta para treinar um time do Catar balançou-o. Ele acabou por recusar a oferta depois de ouvir de Juvenal que tinha a garantia de poder trabalhar até o final do ano. “É como um casal”, disse Muricy à época. “Só um pode fazer o que quiser e o outro tem de ser fiel? Essa postura tem de existir dos dois lados. Meu contrato nem tem multa. Só quis que fosse cumprido o que está lá.”

Mesmo após a conquista do tricampeonato brasileiro, a oposição a Muricy dentro do São Paulo por parte de alguns diretores continuou, o que se agravou com a derrota para o Corinthians nas semifinais do Paulistão de 2009. Sua relação com os jogadores foi-se deteriorando, e o técnico não resistiu à eliminação frente ao Cruzeiro pela Libertadores, em 18 de junho: na noite do dia seguinte foi demitido por Juvêncio. “Fizemos grandes contratações para a Libertadores”, explicou o dirigente João Paulo de Jesus Lopes ao JT. “Não é nenhum demérito a ele, mas chegou o momento de mudança.”Seu substituto foi Ricardo Gomes.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Entrevista polêmica de Ronaldo no Corinthians

Entrevista polêmica de Ronaldo no Corinthians

Internet, TV, TV iG

Vagner Lima acompanhou de perto a entrevista polêmica de Ronaldo no Corinthians. O Fenômeno pede privacidade na vida pessoal, “brinca” com jornalistas sobre o peso e muito mais.

MAIS SOBRE A PASSAGEM DE RONALDO NO CORINTHIANS:

A princípio, o interesse do Corinthians na contratação de Ronaldo foi tratado como algo impossível no Parque São Jorge. Em uma reunião para falar sobre a permanência do atacante Morais na equipe corintiana, também empresariado por Fabiano Farah, o assunto Fenômeno surgiu na pauta. Após vários dias treinando na Gávea e sem receber nenhum projeto para ficar no clube, Ronaldo acertou a sua volta ao Brasil depois de 14 anos pelo Corinthians. Em 9 de dezembro de 2008, o anuncio da contratação do Fenômeno foi feito pelo presidente corintiano Andrés Sanchez através do site oficial do clube. Em 12 de dezembro, a diretoria organizou uma festa pela chegada do jogador no clube com a presença de torcedores no Estádio Alfredo Schürig. Ronaldo assinou oficialmente o contrato em 17 de dezembro. De acordo com o contrato, o atacante receberia o valor fixo de 400 mil reais mais o valor do patrocínio na camisa do clube, onde 20% seriam do patrocinador principal e 80% da manga e calção.

Durante os primeiros dois meses no Corinthians, Ronaldo realizou trabalhos físicos para que pudesse ter condições para retornar aos gramados. Aos poucos, o jogador começou a treinar junto aos demais atletas do elenco corintiano e aumentavam as expectativas para sua reestreia no futebol brasileiro.

No dia 4 de março de 2009, Ronaldo fez seu retorno ao futebol em partida contra o Itumbiara pela Copa do Brasil. O jogador, que começou o jogo entre os reservas, jogou por vinte e sete minutos durante o segundo tempo.

Contra o Itumbiara na Copa do Brasil de 2009, Ronaldo entrou aos 32 min. do 2º tempo e fez sua estreia pelo Timão.

Na partida seguinte, no clássico contra o Palmeiras, em 8 de março de 2009, pelo Campeonato Paulista o técnico Mano Menezes novamente deixou Ronaldo entre os reservas e o colocou durante o segundo tempo. E aos 47min do segundo tempo, o “Fenômeno” marcou seu primeiro gol como jogador do Corinthians (de cabeça, após cobrança de escanteio realizada por Douglas), gol este que assegurou o empate contra a equipe palmeirense. O gol foi assunto em vários portais de notícias em todo o mundo. Três dias depois, em sua terceira partida após seu retorno ao futebol, contra o São Caetano, Ronaldo foi escalado pela primeira vez como titular. Além de jogar durante mais de 80 minutos, o atacante marcou o gol da vitória corintiana. Nesta campanha do Corinthians no Campeonato Paulista, Ronaldo mostrou-se um dos principais jogadores da equipe, mesmo muito acima do seu peso ideal, marcou oito gols nas dez partidas que disputou, e novamente chamou a atenção internacional por suas atuações destacadas, especialmente na segunda partida da semifinal contra o São Paulo e na decisão contra o Santos, onde o Corinthians sagrou-se campeão do Paulistão daquele ano. Ainda neste mesmo ano, foi fundamental para o título da Copa do Brasil, marcando um gol na partida de ida da decisão, contra o Internacional, e garantindo a vaga para a Copa Libertadores da América do ano seguinte. Finalizou sua primeira temporada no Timão com um total de 23 gols, sendo 12 deles pelo Campeonato Brasileiro.

O ano de 2010 não foi tão bom para Ronaldo. Em má forma e sofrendo com seguidas lesões, o Fenômeno entrou em campo poucas vezes naquele ano e viu o Corinthians ser eliminado pelo Flamengo na Libertadores, principal ambição do clube no ano de seu centenário. Neste ano, foram apenas 27 partidas realizadas pelo jogador, sendo onze pelo Campeonato Brasileiro, onde marcou seis gols.

Jogando com a camisa do Corinthians, Ronaldo foi campeão logo nos dois primeiros torneios que disputou: Campeonato Paulista 2009 e Copa do Brasil 2009. Além dos resultados esportivos, a parceria entre Ronaldo e Corinthians também rendeu fora de campo, onde o valor de patrocínio do clube chegou a 30 milhões de reais, maior valor pago a um clube brasileiro na história. Porém, o principal propósito do time corintiano, a Copa Libertadores da América, não foi conquistado pelo jogador, já que o time foi eliminado pelo Flamengo em 2010, devido a regra do gol fora de casa, e pelo Deportes Tolima em 2011, ainda na fase preliminar, conhecida como Pré-Libertadores.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Repórter na corrida de São Silvestre

Repórter na corrida de São Silvestre

Internet, TV, TV iG

Vagner Lima ataca de repórter na corrida de São Silvestre. Veja os bastidores deste tradicional evento de fim de ano e sinta todas as emoções de um corredor.

MAIS SOBRE A CORRIDA DE SÃO SILVESTRE:

Corrida Internacional de São Silvestre é uma corrida de rua realizada anualmente na cidade de São Paulo, Brasil, no dia 31 de dezembro, dia de São Silvestre (data de morte do Papa da Igreja Católica, canonizado também neste dia, anos depois, no quarto século da Era Cristã) e de onde vem o seu nome.

A corrida, a mais famosa e tradicional do Brasil e a da América do Sul, tem um percurso atual de 15 km pelo centro de São Paulo e é uma corrida mista desde 1975, quando começou a participação oficial das mulheres. Entre 1925, ano de sua criação e 1944, foi disputada apenas por brasileiros. O maior vencedor – e também recordista – da prova é o queniano Paul Tergat com cinco vitórias  e, entre as mulheres, a portuguesa Rosa Mota, que com seis vitórias consecutivas nos anos 1980 é a maior vencedora geral. Entre os brasileiros, o título fica com Marílson Gomes dos Santos, com três vitórias.

Alguns dos maiores fundistas da história do atletismo já participaram e venceram a prova. Além de Tergat e Mota, já correram nas ruas de São Paulo campeões e medalhistas olímpicos e recordistas mundiais como Franjo Mihalic, Gaston Roelants, Frank Shorter, Carlos Lopes, Arturo Barrios, Ronaldo da Costa, Priscah Jeptoo, Derartu Tulu e a “Locomotiva Humana”, o tcheco Emil Zatopek, campeão em 1953.

A São Silvestre é transmitida ao vivo pela televisão para o Brasil e para o mundo pela TV Gazeta e pela Rede Globo de Televisão desde os anos 1980.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Curiosidades e bastidores do Rali Dakar

Curiosidades e bastidores do Rali Dakar

Internet, TV, TV iG

Veja os bastidores do Rali Dakar num treino de preparação dos irmãos André e Jean Azevedo. Acelere na reportagem de Vagner Lima e conheça todos os detalhes.

MAIS SOBRE OS BASTIDORES DO RALI DAKAR:

O Rali Dakar é a maior e mais dura prova de automobilismo em Todo-terreno. A prova decorre geralmente entre a Europa e a África, com a maior parte das edições a terminar nas praias da capital do Senegal, Dakar, após a passagem pelo deserto do Saara. A prova tem regularidade anual e começa sempre na primeira semana de cada ano. Competem as categorias de automóveis, motos e caminhões.

Em 2009 foi a primeira vez que o Rali Dakar se disputou em terra Sul-americanas. O evento de 2009 foi realizada no Chile e na Argentina, entre 03 de janeiro e 18 de janeiro de 2009. A competição manteve-se na América do Sul desde então. Após a primeira edição sul-americana, o novo figurino do Rali parece agradar à maior parte das Marcas e Pilotos envolvidos não só pela segurança, como pela dificuldade e diversidade do trajeto e pela forte presença de público ao longo das etapas, sendo que dificilmente regressará a África num futuro próximo.

Em 2010 e 2011, o Rali voltou a ser na Argentina e no Chile.

Em 2012 um novo país é visitado pela caravana do Rali Dakar: Peru, terminando o rali na sua capital Lima.

A edição de 2013 será uma inversão do percurso de 2012 iniciando-se no Peru, passando pelo Chile e terminando na Argentina .

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Entrevistas com Massa e Barrichello

Entrevistas com Massa e Barrichello

Internet, TV, TV iG

Entrevistas com Massa e Barrichello é o assunto desta reportagem de Vagner Lima. Veja os bastidores da tradicional prova de automobilismo: as 500 milhas de kart da Granja Viana. Confira como os pequenos carros fazem barulho e arrancam suspiros dos amantes deste esporte.

Veja também os desempenhos dos pilotos da Fórmula 1, Felipe Massa e Rubens Barrichello.

MAIS SOBRE AS 500 MILHAS DE KART DA GRANJA VIANA:

As 500 milhas da Granja Viana teve sua primeira edição nos dias 29 e 30 de novembro de 1997 e de lá pra cá se transformou no maior evento de kart do mundo com a presença de pilotos nacionais e internacionais.

São 12 horas de prova disputada entre equipes que competem em karts com motores Honda de 4 tempos preparados. As carenagens desenvolvidas pela família Giaffone são em fibra de vidro, permitindo uma alta exposição de marcas dos patrocinadores e já estão sendo usadas em outros países.

Qualquer piloto de qualquer nível (do amador ao profissional) pode participar.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Hugo Hoyama e como jogar de tênis de mesa

Hugo Hoyama e como jogar de tênis de mesa

Internet, TV, TV iG

Vagner Lima mostra Hugo Hoyama e como jogar tênis de mesa. Entrevista curiosa com o mesatenista, recordista brasileiro de medalhas de ouro em Jogos Panamericanos. Aprenda as regras do esporte e tente desafiá-lo!

MAIS SOBRE HUGO HOYAMA:

Hugo Hoyama (São Bernardo do Campo, 9 de maio de 1969) é um mesatenista brasileiro. Atualmente, é atleta do Palmeiras .

Começou a praticar o tênis de mesa com sete anos de idade, no Palestra de São Bernardo, clube de sua cidade. Em 1985 fez um estágio de nove meses no Japão, treinando na Universidade Nihon Daigaku. Na volta, aos 17 anos de idade, foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira adulta.

Após a estada no Japão, foi para a Suécia, onde jogou no clube Ranas BTK de 1992 a 1994; na Bélgica, no clube Pantheon Royal Smash e, em 1996, voltou à Suécia, jogando no clube Falkenberg.

Participou das Olimpíadas de Barcelona/1992; Olimpíadas de Atlanta/1996, onde obteve o 9º lugar na prova de simples; Olimpíadas de Sydney/2000, onde foi eliminado na terceira rodada em simples e na segunda em duplas; e Olimpíadas de Atenas/2004.

No ano de 2007, nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro, Hugo Hoyama, juntamente com Gustavo Tsuboi e Thiago Monteiro, foi campeão por equipes na tênis de mesa masculino, conquistando assim sua nona medalha de ouro, batendo o recorde brasileiro de medalhas de ouro em jogos Pan-americanos, que pertencia a Gustavo Borges (8 medalhas), nadador já aposentado. Nos jogos Pan-americanos de 2011 em Guadalajara, Hugo foi novamente campeão por equipes, conquistando sua décima medalha de ouro, recorde que seria superado pelo nadador Thiago Pereira ainda em Guadalajara.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI

Entrevista com Zé Roberto Guimarães do vôlei

Entrevista com Zé Roberto Guimarães do vôlei

Internet, TV, TV iG

Vagner Lima faz uma entrevista com Zé Roberto Guimarães, técnico da Seleção Brasileira feminina de vôlei. Nesta exclusiva para a TV iG, o treinador conta detalhes sobre a preparação do time para a Olimpíada.

MAIS SOBRE ZÉ ROBERTO GUIMARÃES:

José Roberto Lages Guimarães (Quintana, 31 de julho de 1954) ou simplesmente Zé Roberto, é um ex-jogador de vôlei e atual técnico da Seleção Brasileira de Voleibol Feminino. Considerado legendário pela Federação Internacional de Voleibol, é o único técnico no mundo campeão olímpico com seleções de ambos os sexos: a seleção masculina em Barcelona 1992 e a seleção feminina em Pequim 2008 e Londres 2012. Único tricampeão olímpico do esporte brasileiro, ele também é formado em Educação Física.

Nascido no estado de São Paulo, começou sua carreira no mundo do voleibol nos anos 70, quando atuou como jogador entre os anos de 1969 e 1981. Defendeu vários times brasileiros e também atuou no badalado voleibol Italiano. Além disso defendeu a Seleção Brasileira de Voleibol Masculino em Montreal 1976. Depois de atuar como jogador durante anos, José Roberto iniciou sua carreira como assistente técnico de Bebeto de Freitas em 1988. Nos anos 90 começou a treinar equipes nacionais femininas entre os anos de 1989 e 1991.

A partir do ano de 1992 José Roberto começou a treinar equipes nacionais masculinas. Daí surgiu a oportunidade de comandar a Seleção Brasileira de Voleibol Masculino, onde conquistou os resultados mais expressivos do voleibol masculino brasileiro como a medalha de ouro na Olimpíadas de Barcelona em 1992 e dentre outros títulos de Liga Mundial, Sul-americano e Copa do Mundo de Voleibol. José Roberto permaneceu na Seleção Masculina até a Olimpíada de Atlanta em 1996. Depois disso deixou de trabalhar com o voleibol e virou gerente de futebol no Corinthians.

Em 2000 José Roberto volta a ser técnico de voleibol pela equipe feminina do Osasco onde conquistou vários títulos estaduais, nacionais e internacionais, além de três títulos da Superliga.

No ano de 2003, ele assumiu a Seleção Brasileira de Voleibol Feminino, promovendo uma renovação. Conquistou inúmeros títulos como Grand Prix, Sul-americano, Montreux Volley Masters e Copa dos Campeões. Mas também acumulou alguns fracassos como o da Olimpíadas de Atenas de 2004, Campeonato Mundial de Voleibol de 2006 e Jogos Pan-americanos de 2007. Em 2008, José Roberto conquista o heptacampeonato do Grand Prix e a primeira medalha de ouro olímpica do voleibol feminino brasileiro.

Em Londres 2012, José Roberto se tornou o primeiro técnico de voleibol do mundo a conquistar três medalhas de ouro olimpicas: uma no masculino e duas no feminino. O time brasileiro comandado por ele, após um início de competição difícil – na fase de grupos a seleção não foi bem e quase ficou de fora da etapa de chaves – chegou à final batendo os EUA por 3×1. O primeiro set foi vencido pela seleção norte- americana por 25 a 11, mas a Seleção Brasileira virou o jogo vencendo os 3 sets seguintes e garantindo a medalha olímpica de ouro.

Fonte: Wikipedia

VEJA MAIS VÍDEOS E REPORTAGENS DE VAGNER LIMA NO YOUTUBE – ACESSE AQUI